Correspondente Pottermore e algumas observações feitas no set de Animais Fantásticos

21/04/2016 Escrito por: Karon Gravina, Bernardo Costa
Tradução: Bernardo Costa
Fonte: Pottermore.com

Mande uma jornalista para um set de um filme toda semana, durante seis meses, e ela voltará com centenas de observações. Nesse caso, um número surpreendente delas é sobre queijo.


Os executivos de Hollywood sempre falaram sobre "fazer mágica" nos filmes. Mas geralmente eles falam figurativamente, sobre a mágica de contar uma história nas telas.

No set de Animais Fantásticos e Onde Habitam, estamos falando sobre fazer mágica de verdade. Feitiços, animais, maldições. Bruxos, bruxas, varinhas. Magizoologistas de cachecóis listrados amarelos, segurando maletas sem fundo. É mais difícil do que nunca, de verdade, saber o que é verdade e o que não é. Especialmente se você é um jornalista que nunca fez um filme.

Antes da estréia do filme, em novembro, estarei revelando alguns dos segredos do showbiz. Mas esteja avisado, alguns dos meus métodos não são muito convencionais.

"Esse brie é real?'', pergunto a um figurante no set, apontando meu dedo para um pedaço de queijo que está no prato o dia todo. "Ah sim. Eu posso confirmar que o queijo desta cena é real. Teria arruinado o filme inteiro por morder o queijo? Pensei que fosse plástico.''.

"Será que os pratos são de verdade?", pergunta uma voz atrás de mim. É Mitch, o encarregado pelos efeitos de ação, agachado no chão consertando uma garrafa de vinho quebrada. 

Eu tenho certeza de que os pratos são reais. Eu toquei neles mais cedo. Toco agora, apenas para ter certeza. Eles não são reais. Enquanto eu estava distraída observando Jon Voight subindo a escada, a equipe de efeitos trocou os genuínos pratos chineses por pratos de efeitos.

Quando a ação nesta cena em particular começa, Mitch me conta que estes pratos foram construídos especialmente para quebrar de maneira limpa e desordenada, criando a ilusão de destruição, mas de maneira controlada. Olho para ele como se ele tivesse acabado de puxar uma moeda de trás de sua orelha.

Essa não é a primeira vez que os produtores me enganaram com seus truques de efeitos inteligentes. Você sabia que eles deixam os livros ocos, para torná-los mais leves? Que eles pegam um objeto pesado, fazem um molde de resina e criam uma versão mais leve, feita de diferentes materiais? Que algumas mesas de madeira são tão leves que você pode levantá-las com o dedo?

Eles fazem todo o tipo de coisas falsas que parecem reais: estantes que não quebrarão Eddie Redmayne, tijolos que não acabarão com a cara de Colin Farrel e materiais que não machucarão Dan Fogler.

É óbvio, quando você pensa sobre isso. Claro que são objetos de efeito. Eles não vão esmagar pratos chineses reais na cara real de Ezra Miller. Mas você já havia pensando nisso até agora?

Postagem original, em inglês, aqui

You Might Also Like

0 comentários

Flickr Images

Twitter