Steve Weintraub entrevista Dan Fogler na CinemaCon.

16/04/2016 Escrito por: Karon Gravina, Brunno Maia

Fonte: collider.com
Tradução: Brunno Maia


Steve Weintraub foi recentemente à CinemaCon, conferência onde os estúdios vão para promover seus filmes para os proprietários de salas de cinemas, e teve a oportunidade de conversar com Dan Fogler que estava lá promovendo Animais Fantásticos e Onde Habitam, seu novo trabalho que sairá em novembro deste ano. 

Confira o vídeo da entrevista, em inglês, abaixo: 


O que significa pra você ser parte do universo de Harry Potter?
O universo em si é uma fera gigantesca, eu sou muito pequeno perto dele, e ser parte disso é um sonho que se realiza. Eu estar nesse papel é como o Jacob se sente conhecendo o mundo mágico.

Ouvi dizer que foi muito difícil encontrar o ator perfeito para o seu papel. Fale um pouco sobre seus testes.
Foi surreal. Eu fiz a audição em Nova Iorque, estava todo caracterizado, e eu arrasei. E depois que eu saí de lá, não me disseram nada e eu acabei até esquecendo o assunto. Mas é como dizem, “o trem sempre chega quando você acende o cigarro”. Assim que esqueci, eles me ligaram. Eu voei para Londres e fiz o teste com Eddie e Alison, e gostei muito. E eu tive a confirmação quando estava na Comic Con. Meu agente me ligou e perguntou “onde você está?”, eu disse “na Comic Con” e ele disse “Bem, a Comic Con vai ser muito diferente pra você no ano que vem”.

Parece que o filme vai ser bem legal, como foram as filmagens?
Sim, eu estou animado para ver o filme. Eles recriaram Nova Iorque dos anos 20 para o filme, até Jon Voight ficou impressionado, e quando Jon Voight está impressionado, você sabe que está num filme grande. As pessoas estão dizendo “esse é o maior filme em que já trabalhei”.

Nós vamos voltar para esse mundo, mesmo que um de um jeito diferente... O que você acha que vai surpreender as pessoas nessa história?
O legal é que ela criou o livro da qual esse roteiro se originou, o Animais Fantásticos, e o filme é a história de como esse livro foi escrito. Então não haverá comparação com o material de origem, as pessoas vão apenas aproveitar, e pensar “é mais desse universo incrível para digerirmos”.  O filme se passa na America, então o sotaque é diferente, e em vez de trouxas há não-majs... O que você acha disso de não-majs?

Eu acredito firmemente em tudo que ela cria. Ela é muito inteligente.
Ela é muito inteligente mesmo. E ela está animada com isso também, está animada para dividir isso tudo com o mundo.

Acho que ela já ganhou nossa confiança, não é?
Sim!

Matéria original, em inglês, aqui

You Might Also Like

0 comentários

Flickr Images

Twitter