David Yates, Eddie Redmayne e Dan Fogler falam sobre o destino de Graves, Obscurus e mais

Tradutor: Bernardo Costa | Fonte: snitchseeker.com

Alguns dias atrás, Eddie Redmayne, Dan Fogler e o diretor David Yates visitaram o Warner Bros Studio Tour London. Além de surpreender os fãs, os três ainda concederam uma entrevista ao SnitchSeeker! Confira a entrevista completa abaixo:

SnitchSeeker (SS): O que aconteceu com o Graves real?

David Yates (D.Y.): Na verdade, essa é uma pergunta muito boa. De certo modo, eu adoraria pensar que ... na verdade, eu não tenho certeza absoluta. Eu adoraria pensar que ele ainda está vivo porque eu iria gostar muito de trazer o Colin (Farrel) de volta em algum ponto, ele é um ator maravilhoso e trouxe tanto a esse filme. Então, na minha versão do filme, ele provavelmente está vivo em algum outro lugar. Mas eu preciso checar com a Jo (Rowling) porque eu não tenho certeza.

Dan Fogler (D.F.): Ele está em uma caixa.

Eddie Redmayne (E.R.): Ele está enterrado em uma adega. Esperando. (risadas)

(SS): Como o Olho-Tonto.

D.Y.: Como o Olho-Tonto. Exatamente.

E.R.: Nós amamos o Colin.

D.F.: Yeah, amamos o Colin.

(SS): Veremos ele novamente?

D.Y.: Provavelmente não na próxima vez. Mas ele está sempre em nossos pensamentos.

(SS): Vocês sabem como e quando Grindelwald chegou a Nova Iorque e assumiu a forma do Graves?

D.Y.: Eu diria que não muito depois que a história do nosso filme começou. Estou chutando. Jo vai dizer precisamente. Nós literalmente começamos no dia 4 daquela história. Mas eu diria que foi recentemente, em termos de tempo.


(SS): O irmão mais velho de Newt, Theseus, é mencionado brevemente no filme. Vocês podem falar um pouco mais sobre o relacionamento deles e se podemos ouvir sobre ele novamente?

E.R.: Ele nunca esteve nesse filme, mas você escuta sobre ele. Teve uma carta, no começo do filme, enquanto Newt estava chegando à Nova Iorque, do seu irmão e você pode sentir que ele é um auror e que ele estava na Europa e ele era...

D.F.: Alpha.

E.R.: ... claramente estabelecido e renomado naquela comunidade, como quando o personagem de Colin mostra no filme. Eu acho que ele é muito diferente do Newt, pelo que eu sei. Ele é muito estabelecido e Newt não, Newt segue seu coração.

(SS): O que vocês acham que aconteceu com o gira-gira que estava voando por Nova Iorque? Porque ele não foi capturado de volta.

D.Y.: Infelizmente, foi comido por uma gaivota. (risadas)


(SS): Por que Graves (Grindelwald) quer o Obscurus e o controle de Credence?

D.Y.: É uma magia muito rara e um pedaço muito poderoso de magia. Ele meio que quer usar isso como arma. Usar essa magia contra um de seus inimigos, basicamente. Ele quer o transformar em arma. Esse é o seu plano. Nas próximas histórias, iremos descobrir mais sobre o que ele pretende fazer com esse poder extraordinário.


(SS): O que você acha que intrigou Newt para ele usar o feitiço Revelio em Graves na estação de trem?

E.R.: Eu acho que Newt é intuitivo. Seu relacionamento com as criaturas ... ele é um dos personagens mais intuitivos que já li. Eu acho que, por ter passado tempo em habitats selvagens, ele é um ótimo ouvinte e observador, mesmo não tendo ótimas habilidades de comunicação. Eu acho que há alguns momentos no filme que você pode perceber ele observando. A cena foi cortada entre Graves e Tina, na qual era só a observação do seu comportamento, autoridade e manipulação. E também tem o momento em que Graves fala sobre o “bem maior” e essa noção de que tem algo que você pode ver – Newt não perde essa.

(SS): Algo para o qual valha a pena usar o Osbcurus.

E.R.: Exato. Por que você o usaria? Então eu acho que é uma junção de vários pontos.


(SS): Então, perto do final do filme, tem uma pequena parte do Obscurus – vemos ela deixar a estação. Onde vocês acham que ela foi?

D.Y.: É um dos adoráveis momentos em que queremos sugestionar que, talvez, ele ainda esteja vivo. Só porque amamos Ezra e tudo que ele pode fazer. Credence é um personagem bem importante. Então ele está vivo? Iremos descobrir.

D.F.: Aquela gaivota come ele. (risadas)

(SS): No roteiro de Animais Fantásticos que foi publicado, é dito que a cena final, na padaria do Jacob, acontece três meses após a história principal. É a primeira vez que Queenie visita a padaria e o vê? E onde vocês acham que os outros estavam nessa época?

E.R.: Eu fico arrepiado toda vez que lembro dessa cena.

D.F.: Minha teoria é que ela ficava observando ele e então criou coragem para ver se ele lembra.

D.Y.: Eu amo a ideia de que ela o observa pela janela e não entra, no mínimo uma dezena de vezes.


(SS): Há algo mais sobre a irmã de Credence, Modesty? Ou só estava no filme para tirar o foco do Obscurus do irmão dela?

D.Y.: Na verdade não. Ela é tão enigmática e adorável, mas ela não... ela ainda está viva.

(SS): O que Grindelwald quis dizer quando ele disse a Newt “Nós vamos morrer, só um pouco?” logo antes dele ser levado?

D.Y.: Sabe, eu acho que o que ele está dizendo é algo como “Estaremos nessa jornada juntos, você e eu. E vamos ter que nos esforçar muito. E nessa jornada, nós provavelmente vamos nos sacrificar um pouco. Vamos perder uma parte de nós nessa jornada.”. Então eu acho que é isso. Nós vamos morrer, só um pouco?

E.R.: É quase como um conite. Mas eu acho que o ponto é que Newt não sabe o que significa. Mas Johnny (Depp) faz de uma maneira tão sóbria, um convite tão estranho, que, mesmo não tendo descoberto no momento, eu acho que ele vai descobrir.


(SS): A última pergunta é sobre as casas de Hogwarts. Quando Rupert Grint foi perguntado sobre onde ele havia sido escolhido, foi na Lufa-lufa e ele foi perguntado se ele estava surpreso e o mesmo disse que ficou um pouco decepcionado por não sentir que aquela era uma casa legal.

E.R.: Eu fiz um pronunciamento sobre a Lufa-lufa. Eu acho que ela teve uma reputação ruim por muito tempo, mas estamos entrando em uma nova era.

D.F.: Yeah, os lufanos têm uma reputação ruim. Mas eu acho que eles são meio...

E.R: Diga coisas legais, Dan.

D.F.: Não, eles são geeks. Eles são os nerds. Eles são adoráveis ... é isso que eu sou. Acho que, depois da escola, eles vão fazer coisas maravilhosas, os lufanos.

Publicação original, em inglês, aqui

You Might Also Like

0 comentários

Flickr Images

Twitter