Enterteinment entrevista Jude Law, o jovem Dumbledore



Fonte: Enterteinment
Tradução: Brunno Maia

Um dos personagens mais aguardados a aparecer na nova saga do Mundo Mágico é Alvo Dumbledore. Após ser apenas citado em Animais Fantásticos e Onde Habitam, todo o fandom foi a loucura imaginando quando o amado e grande bruxo iria aparecer. Jude Law foi confirmado como Dumbledore para a sequencia Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald e vai nos entregar uma versão mais jovem do personagem, quando ainda era um professor em Hogwarts.

A Enterteinment conversou com Jude Law e o ator acabou falando sobre sua versão de Dumbledor, nos deu algumas informações sobre o novo filme e falou como que a sexualidade do seu personagem deveria ser retratada.

Então, antes de assumir esse papel, que pesquisa você fez, se fez alguma?

JL: Eu conhecia os livros e os filmes de Harry Potter muito bem, meus filhos cresceram com eles, então eu cresci como um adulto acompanhante. E eu vi e apreciei o primeiro filme [Animais Fantásticos e Ondem Habitam]. Então tive a sorte e a oportunidade de sentar com [autora e roteirista] J.K. Rowling logo depois de começarmos a trabalhar nisso. Ela me deu uma boa noção da jornada de vida de Alvo e quem ele era e o que estava acontecendo em sua cabeça, em seu coração e em seu mundo nessa história em particular.

Você viu as performances de atores anteriores de Dumbledore, Richard Harris e Michael Gambon?

JL: Tenho certeza de que eles estavam no fundo da minha mente, porque eu vi o trabalho deles e admirei os dois como atores, muito. Eu conversei com o diretor David Yates sobre isso e nós dois decidimos que não era necessário fazer uma imitação de um deles como jovem. Este é um homem com quase 100 anos à frente dele até se tornar aquele personagem, então queríamos focar em quem ele era neste momento e construir nossa própria versão. É engraçado pra mim quando ele é chamado de "jovem Alvo" porque eu tenho 45 anos, então eu estou mais no meio de uma crise de meia-idade, mas eu estou feliz com isso!

Achei engraçado você ter ido do jovem Papa para o jovem Alvo na cultura pop.

JL: A palavra "jovem" tem que estar em todos os papeis que eu interpreto, é contratual.

O que Rowling disse em termos do desempenho ou da vida interior do personagem que você achou útil?

JL: Bem, havia muita referência à vida interior. Ele tem uma abordagem jovem da vida, mas há algo que pesa em seu coração, em seu passado, subjacente a tudo isso. Há uma raiz de bom humor e bom coração e senso de si próprio e um senso de passado.

Quanto você pôde decidir sobre a aparência dele no filme?


JL: Quando você contrata [a famosa figurinista] Colleen Atwood, você sabe que você está nas mãos de alguém muito legal. Não há ninguém como ela no mundo do cinema. Ela tem uma visão muito clara. Foi aberto e colaborativo, houve ajustes aqui e ali, mas eu estava felizmente encurralado no aspecto geral que ficou claro desde o início.

Então, como é Dumbledore nessa idade e quão diferente ele é do que como o conhecemos?

JL: Como mencionei antes, há um senso de humor e travessura, uma pitada de anarquia, uma noção do que é certo e do que ele acredita e um senso de mistério. Há também como ele convence as pessoas do seu modo de pensar – e é de forma indireta. Ele também tem um certo peso sobre ele que eu não quero revelar muito sobre - e isso é algo que ele tem que superar, ou espera superar. Ele também tem uma grande paixão por compartilhar seu conhecimento, ele é um professor poderoso e inclusivo.

Então ele ensina Transfiguração, certo?


JL: Ele não ensina Transfiguração, na verdade, não neste estágio.

Oh! Porque na história de Harry Potter, dizia-se que ele costumava ser um professor de Transfiguração antes de se tornar diretor...

JL: Nesta fase de sua carreira, ele não é. Não tenho certeza se posso dizer o que ele ensina ...

Ah, ok. Bem, qual foi o seu feitiço favorito para lançar?

JL: Bem… eu ah… eu só posso lançar um. Há muito que você não sabe sobre Alvo neste filme. E há certas restrições na narrativa - você verá, tudo faz sentido. Você não o vê em pleno fluxo ainda.

Interessante! E se eu me lembro bem, Dumbledore ainda não tem a infame Varinha das Varinhas, certo? Então, qual é a varinha atual dele?

JL: Alvo ainda não tem a Varinha das Varinhas, não. Eu tenho uma varinha. É muito reflexivo dele, linda madeira escura com uma pedra em uma extremidade.

Ele pede a Newt que vá atrás de Grindelwald. Qual é o relacionamento dele com o ex-aluno?


JL: Eu acho que ele admira em Newt esse senso de código moral que ele sempre fará a coisa certa porque é só isso que ele consegue fazer. Eu acho que ele gosta que Newt encontre beleza nessas feras porque eu acho que ocasionalmente Dumbledore se sente como uma. E há um tipo de relacionamento entre mestre e aprendiz. E Newt não tem medo de dizer quando acha que Dumbledore está errado, não é uma relação de servidão.

Houve algum alvoroço no início deste ano, quando o diretor David Yates disse à EW que o personagem não era "explicitamente gay" neste filme. Qual a sua opinião sobre a aparente sexualidade de Dumbledore?

JL: JK Rowling revelou alguns anos atrás que Dumbledore era gay. Essa foi uma pergunta que eu realmente fiz a Jo e ela disse que sim, ele é gay. Mas como acontece com os humanos, sua sexualidade não necessariamente define você; ele é multifacetado. Eu suponho que a pergunta é: como a sexualidade de Dumbledore é retratada neste filme? O que você tem que lembrar é que este é apenas o segundo filme da série Animais Fantásticos em uma série de filmes, e o que é brilhante sobre a escrita de Jo é como ela revela seus personagens, os “descasca” aos poucos até chegar ao coração ao longo do tempo. Você está apenas começando a conhecer Alvo neste filme, e obviamente há muito mais por vir. Nós aprendemos um pouco sobre seu passado no começo do filme, e personagens e relacionamentos se desdobrarão naturalmente, algo que estou animado para revelar. Mas não revelaremos tudo de uma vez só.

Obviamente, Dumbledore teve um relacionamento com Grindelwald. Como é essa relação neste momento? E como foi trabalhar com Johnny Depp?

JL: Eu não tenho nenhuma cena com o Johnny. Como eu disse antes, esta é apenas a parte 2 de uma história mais longa. Eu sempre o admirei de longe, mas não nos conhecemos, e eu ainda não o conheci. De muitas maneiras, é adequado ao relacionamento, já que faz muitos anos desde que eles se viram. Então há complexidade nisso, o que é divertido para mim. Como eu disse, o passado se revelará.

Como podemos ver, Jude Law não contracenou com Johnny Depp ainda, ou seja, ainda não haverá nenhuma cena entre Dumbledore e Grindelwald. Devemos esperar que Dumbledore irá de frente ao inimido mais para frente, quando as coisas estiverem piores?

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald chegará aos cinemas em Novembro de 2018.

You Might Also Like

0 comentários

Flickr Images

Twitter