Animais Fantásticos 2: Eddie Redmayne sobre Leta, Baby Nifflers e o lado negro de Newt


23/08 | Tradução: Ana Clara Magalhães | Fonte: Collider

No ano passado, a Warner Brothers convidou um grupo de jornalistas para o set londrino de Animais Fantásticos 2: Os Crimes de Grindelwald. A produção estava acabando de sair do papel, mas pudemos ver alguns sets verdadeiramente espetaculares. Também tivemos a sorte de falar com alguns dos mega-talentos por trás da franquia, incluindo o produtor David Heyman, o diretor David Yates, figurinista e lenda viva Colleen Atwood, o diretor de arte Martin Foley e as estrelas Eddie Redmayne, Ezra Miller e Callum Turner (um novo rosto para a franquia que interpretará o irmão mais velho de Newt, Theseus). Todos eles nos deram perspectivas realmente interessantes sobre a sequência, suas conexões com Harry Potter e o que aprenderam no primeiro filme. E o que eles não pudessem revelar especificamente, eles compensavam com charme.

Abaixo, Redmayne fala sobre a evolução de Newt no segundo filme, que novas criaturas ele encontrará desta vez, como ele se envolve com a batalha de Dumbledore contra Grindelwald, e o que sua filha tinha em comum com os babys Nifflers (além disso, ele brincou conosco que tudo o que ele queria falar eram spoilers):

Pergunta: Então, o que você está autorizado a falar?

EDDIE REDMAYNE: O que eu posso dizer? Eu tenho permissão para dizer que Jude Law está neste filme. É maravilhoso.
Então, sim, no primeiro filme, você viu referências ou referências feitas a alguns personagens, um dos quais era Dumbledore, e o relacionamento de Newt com Dumbledore. E o outro era Leta Lestrange. E uma das coisas que mais me animaram nesse roteiro é ver como esses dois personagens, junto com  meu irmão irmão, Theseus - interpretado pro Callum Turner - vieram para este mundo. E realmente esse novo mundo de Animais Fantásticos está alinhado e bem próximo ao universo de Potter que todos conhecemos. É uma coisa estranha quando você se envolve em um filme e lê um roteiro original, mas você não sabe onde seu personagem esta indo ou o que está vindo com ele. E foi muito divertido ver o novo roteiro e... Suponho, quase do ponto de vista de um fã, você verá onde Jo nos levou.

Você já atuou com Jude Law?

REDMAYNE: Sim. E é realmente maravilhoso. Conheço Jude há muitos anos e admiro o trabalho dele, e quando trabalhamos s juntos foi muito divertido. E ele tem aquele tipo de brilho nos olhos que Dumbledore sempre teve, e que eu acho tão importante na interpretação de Dumbledore nos filmes, e certamente foi muito importante para JK Rowling. E par mim também. [...] Eu acho que eles têm um relacionamento muito especial. Então sim. Tem sido divertido.



Como  está a dinâmica com o seu irmão na tela?

REDMAYNE: É maravilhoso. Uma das coisas que eu mais gostei foi trabalhar com Callum [Turner]. Eu estava assistindo War and Peace, eu não sei se você viu. Minha esposa e eu estávamos assistindo e ele apareceu na tela e literalmente, tanto Hannah e eu dissemos “ele é como uma versão mais alta, mais escura e mais bonita de mim.[Risos]” Então, quando David
estava fazendo testes para as pessoas e ele disse "Eu quero que você teste com esse ator", e Callum entrou, eu fiquei tipo, “merda”. Mas ele tem sido realmente fantástico.

Falando em relacionamentos, ouvimos de um dos diretores de arte que você e Tina tiveram um pequeno desentendimento. Você pode falar sobre o que aconteceu?

REDMAYNE: Não foi exatamente um desentendimento [risos]. Você sabe, no final do último filme, Newt estava indo para casa para escrever seu livro, mas estava desesperado para voltar. E quando você o conhece no auge deste filme, ele ainda está desesperado para voltar. Através de várias falhas de comunicação, acontecem uns mal-entendidos, e uma das melhores coisas é a maneira como os dois conseguem se conectar novamente. É da personalidade de Tina e Newt não conseguirem falar o que realmente sentem. Mas tem sido maravilhoso atuar com a Katherine.

Também ouvimos que a assistente do Newt tem um amor não correspondido por ele e sinto que, como fã, você está sempre torcendo para que o amor não correspondido seja correspondido. Isso será um desafio para os fãs? 

REDMAYNE: É isso mesmo - ela é uma personagem maravilhosa chamada Bunty, e ela só tem uma cena ou duas no filme todo e, realmente, ela era uma fã.

Então, no último filme, nós tivemos uma espécie de comédia interna.

REDMAYNE: Sim.

Quanto disso vamos ver?

REDMAYNE: A ação acaba em Paris, é onde a maior parte do filme acontece. E há um ponto no filme em que Jacob e Newt se encontram e é claro que eles têm que ir em uma aventura para Paris. E tem esse elemento, e o gênio de Dan, que foi uma das coisas que mais gostei no primeiro filme [...].

Parece que há muita ação nesse novo filme, com certeza. E comparação com o último, você acha que é mais desafiador?

REDMAYNE: Eu acho que o interessante é que nesse filme você realmente entra na psicologia dos personagens, e é um lugar mais sombrio. Você pode ter uma ideia do que está acontecendo historicamente no mundo dos trouxas na época e, certamente, no mundo mágico. Existem elementos que estão refletindo isso e com a ascensão de Grindelwald, esse tipo de mal aumenta. As apostas são maiores. E eu diria que é interessante quando você fez um filme e o mundo responde a ele. A primeira vez que fiz isso, e uma das perguntas que eu fiz para David e Jo, foi “onde devemos levá-lo?” e eles queriam ir mais fundo no que David chama de “malvado”. Por exemplo, sua confiança em suas próprias capacidades, sua falta de confiança em outras pessoas, sua espécie de natureza dura e espinhosa. Gostaria de defender o que ele acredita. E isso não o torna fácil, e é um desafio maravilhoso para mim.

Você pode falar um pouco sobre o seu papel e o papel de Newt no confronto Dumbledore vs Grindelwald?

REDMAYNE: Sim.

Acho que algumas pessoas podem temer que ele seja um pouco marginalizado. Você sabe, uma vez que você introduz estas duas grandes personalidades. Estou curioso para saber como Newt se encaixa. 

REDMAYNE: Eu sinto que o conjunto de habilidades do Newt é bem único, e eu não me refiro apenas à animais. Sua capacidade de ver pessoas chateadas e alcançar pessoas chateadas é um conjunto de habilidades que é bem singular. E foi uma das coisas que Dumbledore sempre viu, desde criança, em Newt.



Vimos alguns dos conceitos para o set do porão de Newt. Vamos ver mais alguns animais, eu suponho. Ele vai ter novos pequenos companheiros bestiais neste filme?

REDMAYNE: Sim.

Talvez novas criaturas sejam introduzidas?

REDMAYNE: Existem novas criaturas. Existem também criaturas antigas. [Risos] Há filhotes de Nifflers! É provavelmente a minha cena favorita até agora, o bebê Niffler. [...] É muito legal porque você tem todo esse departamento de efeitos visuais que é um tipo de ator em si, trazendo ideias. Aí entra o livro da Jo e como ela os imaginou. Você então tem o Stuart [Craig] e, você sabe, projetar ... É uma colaboração de muito legal. Então eu realmente gostei desse lado.

Qual foi sua primeira reação ao ler o roteiro?

REDMAYNE: Tem uma complexidade tão grande. E tem tantos ... Como eu descrevo ... Momentos de cair o queixo, principalmente se você é um fã do Potter. Basicamente, no final, meu queixo está no chão [risos] e eu então tenho que começar e ler tudo de novo. Existem novos personagens, todos eles têm arcos extraordinariamente delicados e complicados e, assim, voltei e comecei tudo de novo. Eu acho isso absolutamente emocionante.

Eles nos disseram que contrataram um jovem Newt para os flashbacks de Hogwarts. Você já trabalhou com esse ator? 

REDMAYNE: Sim. É interessante, eu não trabalhei com um ator mais jovem dessa forma, e foi muito interessante porque David disse que ele tinha encontrado esse cara e que ele foi completamente maravilhoso. Então, ele queria que eu passasse algum tempo com ele [...]. Mas o que foi tão interessante é que ele assistiu ao primeiro filme e passamos um dia falando sobre o personagem. E ele tinha o modo de andar e o tipo de aversão ao contato visual, e facilidade para entender os elementos de Newt... E foi interessante ouvir sua opinião sobre Newt. Então sim.

O livro mágico é visível no mundo dos trouxas ou é visto apenas pelo mundo dos bruxos?

REDMAYNE: Eu acho que só é visto por... Essa é uma pergunta muito boa. [Risos] E eu vou tentar soar muito confiante. Então, geralmente é o mundo mágico, mas acho que em seu prólogo, ele escreve uma peça inteira sobre como –

Então você é uma estrela do rock apenas para o mundo dos bruxos?

REDMAYNE: Sim. Sim Sim Sim. Exatamente. Eu amo a ideia do rock star.

Obviamente, somos apresentados a Johnny Depp como Grindelwald no final do último filme. Eu imagino que ele desempenha um papel maior desta vez. Então, como foi integrá-lo à equipe?

REDMAYNE: Eu não sei porque ele ainda não começou. Ele está chegando, acho que hoje, amanhã, nos próximos dias. Então, tem sido maravilhoso para mim, já que eu fiz todo o trabalho - não todo o trabalho, mas muito trabalho - com o Jude. Eu sempre ouço atores falando sobre como eles se tornam uma família quando eles estão trabalhando em filmes que tem várias continuações, falando “oh, todos nós nos damos tão bem”. Mas, tipo, realmente tem um grupo maravilhoso de pessoas do último filme que retornaram. E o que tem sido tão fantástico é que cada nova pessoa que entra no filme vem com seu próprio senso de animação. Você sabe, vendo Jude no primeiro dia com sua varinha, "é legal".
É muito divertido, mas todos trazem uma nova energia e uma nova maneira de ver a coisa. E é isso que nos mantém empolgados, por isso, estou muito animado por Johnny vir e fazer isso de novo. Sim. Eu tive que fazer uma cena com ele da última vez, e foi tão momentâneo e tão secreto que- [Risos] que sim. Então é empolgante.

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald estreia nos cinemas brasileiros em 15 de Novembro.

You Might Also Like

0 comentários

Flickr Images

Twitter